O papel do Médico na Sociedade

O Médico de Tráfego é um profissional de extrema importância para a preservação de vidas da população.

Considerando que a frota de veículos em 2016 registrada pelo DENATRAN é de 93.867.016* milhões de veículos no Brasil, entendemos que o número de pessoas que devem ser avaliadas e orientadas para um trânsito seguro, se levarmos apenas em conta, a frota, sem falar no número de habilitados, representa um percentual  de quase 50%, da população brasileira de 207 milhões de pessoas.

No final de 2017, os acidentes de trânsito foram incluídos na lista de doenças de notificação compulsória, uma importante conquista, pois o impacto de acidentes no serviço de saúde para a população é alto, leitos são ocupados, hospitais e médicos se dividem no atendimento entre os acidentados e a parcela da população que procura o serviço de saúde devido à patologias que não poderiam previnir, diferentemente dos acidentes de trânsito, que podem ser reduzidos e previnidos. Ou seja, a representatividade dos acidentes impacta diretamente em toda a população e quanto mais os Médicos de Tráfego ganharem o reconhecimento e importância pelo seu papel, mais impactos positivos teremos para a sociedade, pois a redução de acidentes ocorrerá derivada de uma nova conduta e consciência, que partirá destes profissionais, que hoje somam pouco mais de 10 mil em todo o Brasil.

 

*Fonte: Acidentes de Trânsito no Brasil: um atlas de sua distribuição. Edição 2017